Publicado por: jpmsantos | 13/03/2009

Capela da Nossa Senhora do Carmo

p31300522A capela da Nossa Senhora do Carmo, quase que passando despercebida, fica situada no centro do Bairro de São Ginês, muito bem guardada e protegida pelos moradores desse lugar pitoresco de Loriga. Esta capela continua a manter a firme postura de bairro, sendo bem patente o orgulho que os moradores locais têm nela. Vem de longe a existência da capela naquele local, sendo desconhecida a data certa da sua construção. Sabe-se, pelos poucos escritos existentes dessa época, que em 1758 já estava construída e já se fazia referência à dita capela, não titulada com o nome actual, mas sim a San Gens, pensando-se até que resistiu ao grande terramoto de 1755, que nesse ano assolou o nosso país e arrasou quase totalmente Lisboa. É certo que dificilmente se poderá saber a razão e a iniciativa da edificação de uma ermida naquele local, no entanto, sabe-se que a capela actual não é a primitiva, uma vez que, por estar em vias de ruir, teria que ser reconstruída. Mesmo assim, durante alguns anos, esteve só com paredes e telhado e, só depois de ser feito o altar, foi restituída ao culto em 1938. Para quem não saiba, muito boa gente poderá ser induzida no erro de que, a data de 1909, inscrita na fachada por cima da porta, corresponde à data da existência da capela naquele local. Na realidade, a data corresponde a uma de algumas reconstruções que esta capela foi sofrendo ao longo da sua existência. Supõe-se que a capela primitiva tenha sido construída no início do século XVIII e, embora não seja cenário de grandes festas em honra da sua Virgem, não é por isso menosprezada. Se recuarmos a tempos distantes, veremos que esta capela foi fundamental e de grande utilidade em situações infelizmente trágicas acontecidas nesta localidade. No século passado, mais precisamente em 1881, quando um novo tremor de terra se fez sentir na região da Beira, a igreja matriz viria a ruir e esta capela foi utilizada na realização de alguns actos religiosos. Já no século XX, aquando da grave epidemia (Tifo Exantemático) que aconteceu em Loriga no ano de 1927, foi improvisado um balneário na capela dotado com banheiras e água canalizada, para servir como hospital. Nesta altura, a capela estava praticp31300553amente desactivada religiosamente, pois apenas tinha as paredes e o telhado e essa adaptação a balneário foi importante na luta dessa epidemia. A capela de Nossa Senhora do Carmo é presentemente digna de uma visita, devendo fazer parte do roteiro dos visitantes de Loriga, que decerto não deixarão de admirar a beleza da imagem da Virgem na amplitude do altar em madeira ornamentada, bem como outras imagens antigas e de muito valor onde não poderia faltar o São Ginês, o patrono deste Bairro. É também uma capela que, apesar de antiga, respira modernidade, graças aos cuidados que os moradores do bairro lhe dedicam.

Actualmente, a festa em honra de Nossa Senhora do Carmo realiza-se de dois em dois anos, no dia 4 de Junho e foi levada a efeito numa organização conjunta entre os moradores deste bairro e do bairro das Penedas. A primeira festa realizou-se em 2000 e teve como momento mais alto a procissão, que percorreu as ruas da vila, sendo o andor transportado por elementos da GNR (Guarda Nacional Republicana). Ficou ainda registado o facto de o “velho” Terreiro da Lição ter sido cenário, pela primeira vez, de um concerto musical efectuado pela Banda de Loriga.

terreiro-da-licao4

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: