Publicado por: jpmsantos | 13/03/2009

Capela de São Sebastião

p3130060A capela de São Sebastião remonta há mais de dois séculos. Apesar de pouco se saber sobre a razão da sua construção, registos antigos relacionados com a década de 1750 referenciam a sua localização a “duzentos passos distantes da povoação no caminho para Valezim”, na qual não faziam festa ou romaria alguma. Segundo esta descrição, a capela ficava longe da povoação, se tivermos em conta a existência de outras capelas já a ficarem rodeadas pelo povoado, com eram os casos das capelas de Santo António e N. S. do Carmo.

Efectivamente, pensa-se ter existido uma boa razão para a construção de uma ermida naquele local. Os relatos antigos vêm dizer que, sendo o caminho e trajecto de Loriga para outras povoações, aquele local era um lugar aprazível, de descanso, onde corria abundante água. Ali, os viajantes paravam para descansar e, ao mesmo tempo, p3130064oravam pelo bom sucesso da viagem que estavam prestes a iniciar e aqueles que chegavam agradeciam o bom termo da viagem que tinham acabado de efectuar. A primeira capela construída em pequenas dimensões era o protótipo da ermida isolada em lugar de passantes, havendo até uma certa preocupação de a mesma ser resguardada o mais possível das más condições climáticas. O facto de ser edificada em honra desse Santo poderá estar relacionado com a circunstância de, nessa época, e um pouco por todo o lado, ser muito comum a veneração ao mártir São Sebastião, passando mesmo aquele lugar a ser assim chamado. Com os tempos, aquele local, bem como a capela, já foram cenário de muitas alterações. O caminho primitivo deixou de existir e, em consequência, a nova capela foi construída sobreposta à antiga.

Ao contrário das outras capelas existentes em 1758 que, com o decurso dos tempos foram ficando dentro da povoação de Loriga, a de São Sebastião, apesar de mais de dois séculos já passados, continua isolada, apesar do casario da Vila se ter aproximado.

A festa em honra de São Sebastião, por estranho que pareça, não se realiza na sua capela, mas sim na povoação. Houve tempos em que nem sempre era realizada, ao contrário do que acontece hoje, em que se realiza anualmente. É uma festa grandiosa e uma das maiores que se efectuam em Loriga. Tem lugar em Julho, em data o mais próximo possível da Festa da Nossa Senhora da Guia. Para além do acto religioso, é também efectuadacambeiro festa musical, que decorre na vila e que normalmente atrai sempre muitos visitantes. As mordomias anualmente nomeadas levam a efeito vários eventos, tendo ao longo do ano a preocupação de angariar receitas, não só para a realização da festa anual, mas também a obtenção de fundos para obras de restauro e conservação da Capela. Um dos eventos realizados em honra de S. Sebastião, em Loriga, é o tradicional peditório com o “Cambeiro” que se realiza anualmente em Janeiro.

Visitar a capela de São Sebastião é também importante, pelo seu valor histórico e cultural, fazendo mesmo parte do itinerário turístico desta localidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: